Saúde Saúde & Detox

Saúde intestinal: prestando atenção ao que está acontecendo no seu interior

gut health
Written by Flavia Giardino

A saúde intestinal é a palavra de ordem do momento, com diversos estudos recentes apontando que o crescimento de bactérias boas no nosso intestino tem um impacto positivo na nossa saúde. Enquanto algumas bactérias estão associadas a doenças, outras são realmente cruciais para fortalecer os seu sistema imunológico e sua saúde. E alimentar essas boas bactérias com alimentos ricos em fibras também é essencial para dar a elas uma chance de sobreviver.

A proliferação de bactérias boas pode ajudar a manter as ruins sob controle. Quando as bactérias ruins são muito abundantes, seu sistema imunológico pode ficar comprometido, e consequentemente você pode ficar doente com mais frequência. Com novos estudos começando a desvendar como as boas bactérias podem proteger nossa saúde, é importante prestar mais atenção ao que está acontecendo dentro de nossos corpos.

Nós estamos constantemente expostos a microorganismos desde o nascimento até a vida adulta. À medida que crescemos, nosso microbioma começa a se diversificar, e quanto maior a diversidade, melhor a nossa saúde. Cultivar uma população saudável de bactérias intestinais desempenha um papel importante em nosso metabolismo, na digestão de nutrientes, síntese de vitaminas e resposta imune. E não é surpresa que a nossa alimentação possa afetar diretamente a diversidade dessa população.

Algum tempo atrás, uma amiga me apresentou a um jornalista e pesquisador australiano especializado em investigar o microbioma humano. Kale Brock lançou um documentário muito interessante sobre o microbioma intestinal, no qual ele sai em uma missão para descobrir se o “microbioma ideal” realmente existe.

The Gut Movie mostra a jornada de Brock viajando da Austrália para a Namíbia para passar o tempo com uma tribo local vivendo tradicionalmente da terra. Durante a viagem, Brock monitora seu próprio microbioma e analisa como ele muda em conjunção com o novo ambiente em que se encontra. Ele também coleta amostras de microbiomas dos nativos para avaliar as diferenças na microbiota em diferentes culturas.

O documentário é repleto de comentários de especialistas e fornece uma visão perspicaz do fascinante mundo do nosso sistema intestinal e seu impacto na saúde humana. Há certamente muito o que pensar quando você se depara com evidências que mostram que não só os alimentos que ingerimos, mas também o ambiente, podem influenciar diretamente a população de bactérias intestinais. Eu super recomendo você a assistir ao documentário se tiver interesse neste tópico.

Antes de me mudar para a Austrália, nunca tive problemas com intolerâncias alimentares. Agora, depois de vivenciar uma série de sintomas de alergia e ter encontrado uma conexão direta com certos alimentos, posso me relacionar claramente com as descobertas do documentário. Com a experiência que adquiri com essas intolerâncias e mudança na minha dieta alimentar, posso afirmar que uma das transformações mais significativas que eu senti é o fato de não ficar mais doente. Nem me lembro da última vez que peguei um resfriado.

Sem dúvida, ter uma dieta repleta de alimentos saudáveis ​​e naturais ajuda. Eu sinto uma diferença notável quando não tenho tempo para cozinhar e tenho que optar por refeições prontas. Com a nossa rotina cada vez mais corrida, é fácil ir com o que é mais conveniente, e esse é um dos fatores que pode impactar negativamente nossa saúde intestinal.

É importante que alimentemos nosso corpo com muitas fibras e amidos mais resistentes, que são consideradas as melhores fontes de alimento para o microbioma intestinal. Mas é claro que, quando se trata de sua saúde intestinal, não há um único modelo que funciona para todos. A questão é saber quais alimentos são bons para você e continuar mantendo seu microbioma com o que faz você se sentir bem e saudável.

Até agora, durante o meu curso de nutrição, me deparei com muitos estudos sobre como as doenças e as respostas inflamatórias no corpo estão associadas aos desequilíbrios do microbioma intestinal. Se você é novo neste tópico e está interessado em aprender mais sobre ele, recomendo a leitura desta revisão da Human Gut Microbiota: Toward an Ecology of Disease, que destaca vários estudos sobre a microbiota intestinal humana.

Você já tomou alguma medida para curar seu intestino? Eu adoraria ouvir sua experiência e ver se você notou alguma diferença em sua saúde em geral. Por favor, compartilhe seus comentários abaixo ou envie um email para hello@movedbywellness.com.au.

About the author

Flavia Giardino

Jornalista, entusiasta do bem-estar + estudante de medicina nutricional. Estou constantemente procurando expandir meu conhecimento dos princípios da vida e vivência. Depois de ter sido diagnosticada com várias alergias alimentares, eu mudei completamente meu estilo de vida e venho experimentando novas receitas veganas e saudáveis, que são apresentadas na seção de receitas deste blog.

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: